Participação da Juventude nos Cultos nas Congregações

“Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.” (Salmo 119:11)

Sob a convocação das lideranças Juvenis do Tabernáculo de Adoração, a Mocidade tem se mobilizado e estado presente semanalmente nos trabalhos de cultos nas Congregações da região metropolitana de Belém.

O Senhor tem presenteado a Juventude com grandes experiências na presença Dele. A congregação do bairro de Icoaraci bem pôde testemunhar o grande culto realizado no início deste mês de junho. Estiveram presentes naquela congregação mais de 60 (sessenta)pessoas.
 

O Culto foi iniciado ao som do bumbo e do tarol os quais acompanhavam os cânticos entoados pela irmandade – característica própria da igreja de Icoaraci.


  Já sob a direção do Ev. João Monteiro, um dos líderes da Mocidade, este deu a oportunidade para que alguns jovens expressassem seu sentimento em relação àquela participação especial ali. Primeiro apresentou-se o jovem Ricardo Sousa que, nascido naquele bairro distrital, demonstrou estar muito alegre e comovido por aquele grande movimento juvenil; em seguida, o jovem Patrick Soares, o qual estava extremamente emocionado, expressou a todos os presentes a sua gratidão a Deus por tê-lo visto, antes da fundação do mundo, naquele culto participando daquele bom momento de adoração ao Pai Eterno; logo depois, o jovem Ev. Mateus Lobato deu sua palavra citando I Pedro 4:7 e atentando a todos sobre a questão da vigilância; por conseguinte, o Ev. Denilson Ferreira citou o Salmo 116: 16 e discorreu sobre deixando uma indagação aos ouvintes: Estamos mais preocupados sobre o que vamos receber de Cristo ou estamos preocupados com o que vamos oferecer ao nosso Senhor?
 
Após uma série de pequenas pregações feitas por cada um desses jovens, através das quais foram todos bastante edificados, a tribuna foi repassada ao Pr. João Nascimento, o qual tem acompanhado assiduamente o palmilhar da Mocidade nesse nobre propósito de visitação dos trabalhos congregacionais.
 
O Pr. João Nascimento, por sua vez, leu a escritura Lucas 8:16-17 e dirigiu-se a igreja afirmando que cada jovem ali era nada mais nada menos que uma alma, e pregou afirmando que a Palavra de Deus não se moderniza, por isso nós, irmãos da Mensagem, não “modernizamos” os preceitos deixados pelo nosso Bom Senhor Jesus. Em seu prosseguimento, contou o testemunho do próprio Ev. João Monteiro que há tempos atrás se encontrava aflito por não saber o que fazer na obra de Deus, quando então o Senhor entregou a Mocidade nas mãos do irmão. O pastor João também falou sobre a vigilância no átrio e então se voltou aos circunstantes afirmando que o homem colhe, o resto de sua vida, os frutos das decisões tomadas durante a juventude, por isso é necessário que o jovem tenha prudência como um jovem cristão, tendo sonhos, planos, entretanto, colocando sempre Deus em primeiro lugar em sua vida. O pastor João finalizou chamando os jovens para se prostrarem de joelhos no altar e assim um grande fervor foi levantado.


  E desta forma temos visto Deus trabalhar no meio de seu povo.
 
Venha, jovem, participe conosco desta grande missão e o Senhor te recompensará.
 
Deus abençoe a todos.
 
“O Senhor é a minha força e o meu cântico, porque ele me salvou.” (Salmo 118:14)
Categoria:Mãos a Obra