Abaetetuba impactada pelo 40º Encontro de Obreiros da Mensagem e o 20º Congresso de Missões – Resgate.


“Grande coisas fez o Senhor por nós, e, por isso estamos alegres” (Salmo 126:3)

Passados 20 anos, período em que houve o último Encontro de Obreiros da Mensagem em Abaetetuba, a cidade do Baixo Tocantins foi novamente presenteada agora pelo 40º Encontro de Obreiros da Mensagem e pelo 20º Congresso de Missões – Resgate, um Evento que repercutiu na cidade, tanto por conta da presença de centenas e centenas de irmãos que chegavam em suas caravanas como também pela movimento de todos durante as Programações do Evento, a qual envolveu a todos e principalmente aos Jovens de modo geral.

Irmãos e irmãs vindos de diferentes municípios paraenses deslocaram-se com suas caravanas no intuito de participar de mais um evento cristão para ter companheirismo e se confraternizar com todos. Foram registradas pessoas que vieram de cidades, como: Barcarena, Igarapé-Miri, Acará, Belém, Ananindeua, Inhangapi, Castanhal, Capitão Poço, Paragominas, Ponta de Pedras, São Sebastião da Boa Vista, Muaná, Soure etc. Grupos esses que se deslocaram tanto por via terrestre como por via marítima – porquanto a cidade tocantina também é circundada por rios afluentes. 


Para muitos, na verdade, esse 40º Encontro já havia começado antes mesmo da data prevista para o Evento, pois os irmãos em Abaetetuba, assim como irmãos de outras localidades já estavam mobilizando-se  para que o Congresso pudesse ser uma grande bênção de Deus para o povo, em todos os sentidos, tanto para o próprio povo da cidade de modo geral quanto para aqueles viriam de suas localidades para participar. Desde propósito de jejum e oração por toda a igreja, como a busca pelos recursos materiais, a exemplo de locais de hospedagem para a irmandade, assim como a arrecadação de alimentos e de insumos, além dos demais recursos necessários para a realização de um Evento como esse, tudo foi uma luta incessante, vários irmãos e irmãs estavam imbuídos num mesmo propósito: o sucesso do trabalho, o desejo, antes de tudo, de que o Senhor nosso Deus pudesse ter a primazia e liberdade para operar na vida de cada um ali presente. 

Cremos que de fato foi o que aconteceu, pois a abertura oficial se deu na noite de sexta-feira (12/10), às 19h, no Templo Sede do Tabernáculo de Adoração, situado no bairro Cristo Redentor. Uma oportunidade para que todos pudessem conhecer um pouco do trabalho da Mensagem desenvolvido em Abaetetuba. Quanto ao culto havido ali, marcou o destaque sobre o cristão ter vigilância, pois se ele estiver em vigilância notadamente ele também orará e estará em sintonia com Deus.

Na manhã de sábado (13/10), os ministros, obreiros e cooperadores tiveram uma abençoada reunião ministerial.

A Juventude, por sua vez, teve uma programação especial fazendo uma caminhada pelas ruas da cidade abaetetubense realizando em cada parada que faziam, cultos evangelísticos relâmpagos, dando “gritos de guerra” identificando o grupamento juvenil. Durante a tarde, sob a liderança do Pr. João Nascimento, todos os Jovens participaram de uma Reunião Especial com louvor e Adoração ao Senhor, o que muito significou para os jovens que participaram.


Às 19h, um grande culto foi realizado no Ginásio de esportes Hildo Carvalho. Um culto marcado pela presença em massa de Jovens das muitas caravanas presentes,  em torno de 500 pessoas presentes e muitos louvores especiais e adoração a Deus. Além disso, um dos momentos mais marcantes no culto, foi a presença do Espírito de Deus, havendo até mesmo discernimento de espíritos, pedidos de perdão, e por conseguinte um poderoso momento de adoração ao Senhor e a comunhão entre os irmãos. 

Já pela manhã de domingo (14/10), deu-se o encerramento com uma marcante Escola Dominical, a qual foi marcada pela colocação “Você se sentaria na cadeirinha?”, menção feita à história que o irmão William Branham conta em uma de suas mensagens sobre o ir. João Martins, o qual chegou a ficar amuado com o profeta porque este durante os dias de um evento cristão que participavam  ainda não havia falado com o irmão João. Quando por fim o irmão Branham falou com o irmão João pediu a ele que sentasse numa pequena cadeirinha que havia disponível no lugar onde estavam, o irmão Martins ficou em dificuldade, uma vez que este pesava mais de 100 quilos...

A colocação feita pelo Pr. Eliézer da Silva Ribeiro, o pregador da manhã, era: “Humildade”.  Portanto, quanto mais tempo de cristão nós tivermos, mais humilde devemos ser.

Que não sejamos como o quati-mundéu, animal que quando novo está sempre em meio aos demais quatis, regozijante e vivenciando todos os avivamentos; contudo, quando ele fica grande e mais velho, ele simplesmente se isola, e já não anda com os outros quatis e nem tem mais companheirismo. 

Logo após aquele abençoado culto daquela manhã, toda a igreja foi convidada a fazer uma grande passeata, saindo do Ginásio Hildo Carvalho – onde se realizara a Escola Dominical -  seguindo até ao Porto marítimo da cidade, local conhecido popularmente como a Frente da cidade, onde estavam atracados os barcos que trouxeram os irmão de São Sebastião da Boa Vista e Muaná. Ao som da orquestra que acompanhava, a grande multidão de irmãos caminhava cantando hinos e corinhos que chamavam atenção de todos nas ruas. Na chegada ao porto, parte do grande grupo ficou à beira do cais e um outro grupo – cerca de 230 pessoas – adentrou na embarcação dos irmãos de Boa Vista e fizeram um pequeno passeio de barco para conhecer mais um pouco do município abaetetubense. Ao desembarque, a passeata continuou agora já de retorno para o almoço a uma das escolas em que a maioria estava hospedada. Lá o avivamento continuou e só depois todos foram almoçar para então retornarem às suas localidades.

A Missão Transcontinental - Resgate, assim como a Igreja Evangélica Tabernáculo de Adoração tanto em Belém como em Abaetetuba agradecem penhoradamente a presença e a participação de cada um neste evento e que nosso Senhor Jesus Cristo possa recompensar a todos por cada esforço e ação que fizeram em prol deste trabalho. 

Deus vos recompense e abençoe grandemente!

“Pra te adorar, Senhor, te dar o meu louvor. Quero me prostrar, vou me derramar aos teus pés, Senhor. Como vaso de alabastro, quero lhe oferecer. Me humilho aos teus pés, porque Santo tu és, vem meu louvor receber” (trecho de “Vaso de Alabastro” -  Mara Lima)






Categoria:Missões

Deixe seu Comentário